3 de jan. de 2018

A importância de Grupos de Apoio a Gestantes e Puérperas


 Ter apoio durante a gravidez e pós parto faz toda a diferença para a mulher e seu parceiro. Claro que nem sempre é fácil ter esse suporte, principalmente quando não tem familiares/amigos de confiança por perto. 
 Outro fator importante é ter fontes de informações para se preparar durante a gravidez. O parto e pós parto requer estudo para se preparar e não basta a experiencia dos parentes pra isso. É preciso que a fonte saiba do que está falando e, baseada em evidências cientificas. Nada de achismos. A gestante e parceiro precisam se preparar de verdade para o que está por vir. 

 Nas minhas três primeiras gestações, eu não conhecia nada sobre esse preparo, e achava que assistir programas de arto da Discovery Home and Health era suficiente. Que as experiências (terroristas) ouvidas também ajudaria. Ai, ai...

 Na primeira gravidez, pari e sofri variassss violências obstétricas, além de sofrer muito com a amamentação, onde meus seios ficaram em carne viva por não ter um profissional que me orientasse sobre a pega correta.
 Depois da experiência anterior, optei por cesárea. O puerpério (que eu não conhecia) foi punk a ponto de eu ter uma crise de nervos e achar que estava ficando maluca. Também precisa de acompanhamento profissional e não sabia disso.
 Terceira gravidez, depressão, uma cesárea onde a experiência não foi boa e o puerpério pior ainda.
 Quarta gravidez, tudo indo pelo mesmo caminho da última, até que eu mudo a rota, mudo de obstetra e esta é humanizada, conheço minha doula e tudo se transforma. Tenho um parto respeito, com cuidados MBE (Medicina Baseada em Evidência), começo a participar de Roda de Puérperas e todo o apoio necessário, que não tive antes, eu recebo.

 Mas Carol, o que é esta Roda de Apoio?
 Roda de Apoio é um grupo onde mulheres e companheiros que estão se reparando para engravidar, estão 'grávidos' ou já tiveram seus bebês se encontram para compartilhar suas experiências e ter orientação de um profissional de acordo com MBE. No nosso caso, temos a Fabíola, que é Doula e ativista da Humanização do Parto.


 Minha experiência com a Roda tem sido maravilhosa. Lá, encontrei não só apoio, mas amigos pra toda vida. Além de ter me encontrado, profissionalmente falando (mas isso é assunto pra outro post). Lá eu tive e tenho muita informação CORRETA, apoio, acolhimento, nada de julgamentos e aprendi a exercer a empatia. <3
 Com apoio correto eu entendi que não preciso me culpar pelos dias que me sinto exausta, entendi que não sou uma mãe insuficiente, pois tenho buscado infirmações, exercido e dado o meu melhor para meus filhos. Chega de colocarmos um fardo tão pesado sobre nossos ombros, a sociedade já faz isso. 

 A Roda que participo acontece em Campo Grande (Zona Oeste do Rio de Janeiro), chama-se Roda de Conversa Doulas do Rio, na Casa Bosque. O endereço completo está no link abaixo:

 Não passe por este momento tão especial da sua vida sem apoio profissional. Procure um Roda de Gestante/Puérperas na sua cidade. Tenho certeza que você se sentirá acolhida e respeitada. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Diario de Maternidade - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Acid Assessoria.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo