22 de fev. de 2017

Relatos da Maternidade | O esporte após a maternidade



Vim hoje contar um pouco da minha experiência com o esporte. Nunca fui aquele tipo de pessoa que ama academia, mas cheguei num ponto da minha vida que o sedentarismo estava me consumindo, não tinha ânimo nem pra brincar com meus meninos! Um dia fomos brincar de "queima" e percebi que não conseguia correr, não tinha folego pra nada e isso me assustou, afinal, não queria perder a infância dos meus filhos. Não ter chegado nem aos trinta anos e já estar daquele jeito foi um choque de realidade. Foi quando o esporte apareceu na minha vida como a única opção de melhora. 

 Eu tive um sonho com uma amiga que me entregava uma camiseta verde e me convidava pra correr com ela. Depois desse dia, ingressei na equipe de corrida Home Front Fittnes. Sim! Eu, que nunca corri, estava interessada pela corrida e por tudo que ela me proporcionara desde então. Passei a vivenciar sensações que nunca imaginara. 

 O primeiro mês foi regado a muita dor! Músculos que eu só conhecia por ouvir falar nas aulas de Anatomia, passei a conhecer fisicamente, pois me doía todossss! Mas depois, meu corpo foi se adaptando a nova rotina e me pegava pensando “como estou disposta? Era pra estar morta de cansaço!” (risos) Quando percebi, o "bichinho da corrida havia me picado"! Passei a desafiar a mim mesma e a amar aquilo tudo! 

 A corrida me proporciona novas amizades, novos anseios... Nunca me imaginei fazendo uma prova de corrida e dia 17 de dezembro eu fiz a minha primeira corrida! Consegui vencer meus obstáculos! Aqueles 4 km significaram tanto pra mim. Ouvir minha coath Fran dizer que eu era capaz e o Nino gritando, incentivando-me a não parar foi inesquecível.

 Por que resolvi contar isso tudo? A corrida veio depois da síndrome do pânico (leia meu relato Síndrome do Pânico no Puerpério) como um sopro de esperança. Eu, mãe de 3 filhos, nunca me imaginei participando de corrida. Hoje me vejo fazendo isso com tanta energia.  Não por competição, mas por participação mesmo. Sou eu desafiando a mim mesma, provando a mim que eu posso tudo! Chegar em casa com uma medalha no peito e ver os olhinhos das crianças brilharem, orgulhosos é o que me move!

A sensação de sair de casa com o intuito de correr é muito gostoso. É o meu tempo... faço pela Diana mulher. E espero conseguir evoluir sempre. Quem sabe um dia consiga uma maratona, uma São Silvestre, Volta da Pampulha?!

Experiência de quem saiu da solidão de uma Síndrome do Pânico para a multidão de corredores: Experimente, sinta, viva... Desafie-se! Pode não ser fácil, mas quem disse que precisa ser fácil para ser bom?

Desejo muitos km´s de realizações para vocês!






Diana Reis
Mães de três filhos
Doula
Corredora \o/

***

Quer mandar seu relato pra gente? Envie para diariodematernidade@hotmail.com com o título Relatos da Maternidade. Ah, não se preocupe, caso queira manter sua identidade em sigilo, é só comunicar no e-mail e não divulgaremos. O importante aqui é nos ajudar e apoiar sempre!

3 de fev. de 2017

Aplicativo que uso para acompanhar o desenvolvimento das crianças



Atire a primeira pedra a mãe que não use a tecnologia a seu favor! Ah, vamos lá! Vai me dizer que nem um despertador você usa? Ahhhh... sabia! Na era dos smartphones então... Com tantos aplicativos disponíveis, fica difícil resistir!Eu te entendo! Hehehe...

 Quando Linda nasceu, fiquei procurando um aplicativo que me permitisse acompanhar o desenvolvimento dela e me ajudasse principalmente com as vacinas. É chato ter que pegar a caderneta de vacina sempre que fico na dúvida sobre as datas de vacinação e com o celular, que sempre está ao nosso alcance, fica muito mais prático. Encontrei o App Meu Bebê que tem me atendido muito bem e resolvi mostrar pra vocês. ;)


 Com Meu Bebê você faz um diário bem completo sobre o desenvolvimento da sua criança. Além dos dados básicos como nome, data de nascimento e número dos documentos do bebê, o App tem gráficos para que possamos acompanhar a curva de desenvolvimento tanto de peso quanto de altura.


 O calendário de vacina é baseado no Caderno Nacional da Criança e há opção de acrescentar outras vacinas. Perfeito para quem dá vacinas particulares e para vacinas de campanha que estejam fora do programa.
 Há também a opção de anotar os horários de banho do bebê. Confesso que acabei deixando essa opção de lado. Quando vejo, passaram dias e eu não registrei os horários, principalmente o calorão chegou  e passei a dar mais de dois banhos no mesmo dia. Mas pra quem é mais disciplinada(o) que eu, é muito válido.


  Até o crescimento dos dentinhos podem ser registrados! Achei maraaaa.... E o melhor, o aplicativo tem a opção de acrescentar mais crianças para acompanhamento. Para nós, mães de 2 ou mais, cai como uma luva! Claro que ele é voltado para bebês, mas dá para organizar as informações dos maiores super bem.
 Anotações importantes, casos de alergias e datas de consultas podem ser registradas e você recebe lembretes quando a data se aproxima.


  O App não trava o celular e está disponível para IOS e Android. 

 Gostaram da dica? Já usa algum aplicativo semelhante? Conta pra mim nos comentários!


1 de fev. de 2017

Lembrancinhas de Maternidade



 Quantas lembrancinhas você ganhou que ficaram perdidas pela casa por algum tempo, mas o seu fim foi o lixo? Não por fazer pouco caso daquilo, mas por não ter nenhuma utilidade, nem mesmo para enfeitar. Fica difícil você guardar por tanto tempo, né? Por isso, quando tenho que escolher lembrancinhas, independente do evento, sempre penso em algo que as pessoas realmente usarão. 

 Se você decide dar uma lembrança, a intenção é que aquela data seja marcada na vida da pessoa. Que ela olhe pra lembrancinha e lembre com carinho do dia em que recebeu. Ou se for algo comestível, que ela lembre "nossa, aquele doce em compota do aniversário de fulana estava uma delícia! Nunca esquecerei!" Nesse caso, não é uma lembrança física permanente, mas você a marcou através do paladar. Tá valendo! 

 Para meus familiares e amigos que vieram conhecer a Linda, eu pensei em algo fofo e que fosse utilizado. Fiquei apaixonada por nuvens e encomendei com Sonhos da Lu chaveiros em feltro. A Lu é muito caprichosa e fez com tanta delicadeza que as nuvens ficaram super fofas!

Ah! Foi a Lu quem fez esse varal com o nome da Linda, que publiquei no Instagram.


Separei outros modelinhos de chaveiros de feltro para inspirar vocês:




Imagens da Internet

E você, qual lembrancinha escolheu para dar na maternidade? Conta aqui nos comentários!


Veja também: Frases para lembrancinhas de maternidade
                       


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Diario de Maternidade - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Acid Assessoria.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo