30 de dez. de 2016

Uma doula para chamar de minha

 Doula. Uma palavra diferente, ainda pouco falada entre nossas gravidinhas brasileiras mas que tem um valor imensurável para uma gestante. Pelo menos é como eu vejo e como me sinto em relação a elas.


 Eu já contei pra vocês no vídeo Parto Normal ou Parto Cesárea como foi meu primeiro parto normal, as consequentes cesáreas desnecessárias e minha decisão por um parto natural nessa gestação da Linda (veja  vídeo do Nascimento da Linda). A cesárea foi minha primeira opção mas, quando me deparei com a oportunidade de ter uma nova e linda experiência com o parto natural, a escolha de uma doula foi fundamental. Na verdade, ela me trouxe confiança quando ainda estava indecisa e me levou a olhar de outra forma meus receios. Só tenho a agradecer a minha amiga Diana por ter me indicado a Fabiola, minha querida doula! <3

 Se você ainda não sabe o que é uma doula e está perdida com esse post, vamos à definição da palavra...

 Doula: Uma doula é uma assistente de parto, com ou sem formação médica, que acompanha a gestante durante o período da gestação até os primeiros meses após o parto, com foco no bem estar da mulher. Cabe a ela proporcionar informação, acolhimento, apoio físico e emocional às mulheres durante a gravidez, o parto e o pós-parto.

 Mas eu prefiro a explicação feita pela doula Karla Fuentes:
Doula não é analgesia, anestesia ou algo parecido. Doula não é escudo. Doula é uma profissional que vai te orientar durante a gestação sobre as evidências científicas acerca da gestação e do parto, da amamentação,  dos primeiros cuidados com o bebê . Vai estar disponível quando pintar aquela dúvida ou insegurança nos momentos mais inusitados, vai informar a família.  Vai acompanhar a gestante e seu acompanhante durante o trabalho de parto usando as técnicas não farmacológicas de alívio da dor, reafirmando tudo o que você mulher escolheu para o seu parto, lembrando você de caminhar, amparando ,hidratando e alimentando você . O parto é seu, só seu assim como o seu corpo. A doula acompanha, orienta , cuida de você, mas o trabalho e os méritos são todos seus. Não busque o empoderamento da Doula, com a ajuda e orientação da Doula encontre o empoderamento em você!  A dor não é o mais difícil de suportar mas a falta de informação para as escolhas sim. Então... Não contrate uma Doula com a intenção de te ajudar no trabalho de parto só,  é muito pouco diante de tudo o mais que podemos proporcionar para você e toda a sua família!

 MINHA EXPECTATIVA X REALIDADE

 Confesso que quando Diana me falou sobre ter uma doula, não dei a devida importância e pensava que não faria tanta diferença na minha decisão. Tinha receio sobre como eu conseguiria me abrir e confiar tão rapidamente numa "estranha", faltando poucos meses para o meu parto. Em que me ajudaria em tão pouco tempo, diante de tantos anos de trauma e receio? Mágica? Não. Com certeza não!


 Lembro da minha primeira conversa com a Fabiola e como em poucas horas derramei toda minha história nos olhos e ouvidos dela (olha o Whatasapp! Kkkk....) e como derramei lágrimas. Sim, a tal estranha conseguiu essa proeza! As semanas foram se passando, esclarecimentos surgindo, Linda  chegando e me deparei com a tal estranha conquistando meu coração. Sabe quando um fato liga você a alguém de forma muito forte? O parto da Linda fez isso entre mim e minha doula. Hoje tenho um carinho enorme por aquela que esteve ao meu lado quando meu marido não pôde estar (explicarei no relato de parto e vocês vão rir!), aliviando meus desconfortos e atenta para que tudo ocorrosse como eu desejava.

 Minha expectativa era ter uma profissional dando orientações e me ajudando durante o trabalho de parto. Mas na realidade, além de todas as informações baseadas em evidências que traziam mais segurança nas minhas escolhas e preparo do meu plano de parto e, todo aquele apoio emocional que tanto precisamos na gestação, eu tive um anjo que me abraçou e me encheu de doses de amor, confiança e mel (literalmente) quando mais precisei!


 Ter uma doula para chamar de minha foi um lindo presente que Deus me proporcionou. Não tenho palavras pra agradecer todo carinho e cuidado que recebi da Fabi. Em seus olhos eu pude ver como estava vivendo aquilo tudo comigo, fazendo parte daquilo e se regozijando com a minha felicidade. 

 Minha definição para doula: ser transbordante de amor, que escolheu viver e reviver o momento mais precioso na vida do ser humano: o seu nascimento. Existe momento mais cercado de força e amor que esse?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Diario de Maternidade - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Acid Assessoria.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo