10 de ago. de 2016

Sou mãe, mas também preciso de colo

Imagem: Filme Marley & Eu 2

 Exercer a maternidade não é fácil. Quantas vezes damos colo quando queremos o mesmo? Quantas vezes enxugamos as lágrimas quando as nossas estão presas na garganta? Foi pensando exatamente nisso que escrevi a reflexão que vocês poderão ler logo abaixo! ;)


Sou mãe, mas também preciso de colo

Positivo! Não acredito que meu sonho está se realizando! Um colo confortável e cheio de amor para compartilhar minha alegria, é tudo o que preciso.

Falta pouco para o grande dia e tantos medos me assolam... será que serei uma boa mãe? Será que saberei decifrar os choros do meu bebê? Como eu preciso me sentir segura! Como eu preciso de colo!

Ser mãe tem sido maravilhoso e ao mesmo tempo apavorante! A cada “primeira vez” me sinto perdida, achando que não vou conseguir. Já levei cada susto e as noites em claro me deixam exausta, achando que não estou sendo a mãe que meu filho precisa. Só preciso ouvir alguém dizer que vou conseguir... só preciso de um colo para descansar.

Preciso voltar ao trabalho e só Deus sabe o quanto meu coração está apertado! Tenho sofrido tanto por desmamar meu bebê. Sei que não sou a primeira a vivenciar esse momento, mas por favor, esse é o MEU momento! Preciso tanto de colo! Preciso sentir que nós ficaremos bem.

Hoje meu bebê fez o primeiro exame de sangue e eu chorei. Chorei por vê-lo chorar, chorei por todas as emoções acumuladas durante estes últimos meses. Preciso de colo pra chorar mais e chorar sem ter que me explicar.

Positivo de novo! Como farei agora? Não preciso de sermões, nem de “incentivadores” dizendo que não será fácil. Eu quero um abraço, quero que chore comigo e compreenda meus receios sem apontar o dedo. Eu preciso de colo!

Como é difícil conciliar uma gestação, trabalho, filho pequeno, ser esposa, dona de casa... Tem me doído não poder pegar meu bebezão no colo tantas vezes como gostaria e não conseguir acompanhar toda a sua energia. Mas também me regozijo por sentir os chutes do nosso mais novo amorzinho dentro de mim. Que mistura de emoções! Preciso de colo pra assimilar tudo isso.

Sinto-me realizada pela família que tenho, mas não posso negar que há momentos de exaustão e frustação. Momentos que sinto saudade da minha rotina quando trabalhava fora, quando tinha uma vida social, quando tinha adultos pra conversar durante o dia sobre qualquer assunto que não fosse marca de fralda ou indicação de um pediatra. Preciso de colo pra deitar minha cabeça e poder falar, falar, falar até me cansar.

Ver meus filhos crescidos é tão maravilhoso! Tornaram-se adolescentes lindos, mas estão numa fase que já não me veem como aquela mãe linda e legal. Agora sou a mãe que pega no pé e que cobra notas e horários. Mas quer saber? Eu também canso desse papel! Canso de cobrar e ser durona. Queria pegá-los no colo como antigamente e sentir que posso deixá-los seguros pra sempre. Na verdade, eu preciso me sentir segura, preciso daquele colo pra aquecer meu coração.

Não tenho palavras para expressar o que senti ao vê-los seguir seus caminhos e formar suas próprias famílias. Sou feliz por vê-los felizes! Preciso de colo para me aconchegar e relembrar como foi vivenciar a maternidade tão intensamente e poder confirmar que tudo tem dado certo.

 Como mãe, a gente doa, ama, sofre, renuncia, dedica-se com tudo que tem para ser a melhor. Seja alisando a barriga quando nosso filho é ainda um grãozinho ou no consolo que damos naquele tombo quando eles estão aprendendo a andar de bicicleta. Sempre temos nosso colo disponível para os filhos, para o marido, para a amiga... mas também precisamos ser ouvidas, abraçadas, consoladas, incentivadas... mãe também precisa de colo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Diario de Maternidade - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Acid Assessoria.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo