25 de jul. de 2016

Recém-nascido | Etiqueta para as visitas


 O nascimento de um bebê traz alegria e euforia entre familiares e amigos. Surge aquela ansiedade em visitar logo o casal, mas é importante não esquecer que esse momento é delicado para a mãe que passou por um parto e para a família que está se adaptando a nova rotina. Por isso, guarde um pouquinho a sua ansiedade e leia as dicas abaixo para evitar certos incômodos a família do bebê. Respeitar o momento deles é primordial.

1. Só visitar quando os pais liberarem.
 Visitas no hospital só de pessoas que a mãe convidou antecipadamente. Se não é o seu caso, não vá. Espere que eles estejam em casa e adaptados com a nova rotina. A maioria fala que 15 dias é um tempo bom de espera para perguntar aos pais se pode ir visitar o recém-nascido porém eu, com experiência de três partos, digo que o ideal é esperar 1 mês. Além do período das primeiras vacinas, há o resguardo da mamãe, as noites mal dormidas, os desconfortos que a parturiente passa pós parto e em algumas, os bicos dos seios rachados (sofri horrores com isso!).
 Sinceramente, o item dos seios em carne viva é um dos piores pra mim. Chorava muito de dor e ter visita nesse momento é péssimo. Pode levar semanas até que os seios se recuperarem das rachaduras e por isso, indico que as visitas esperem o prazo de 1 mês.

2. Se estiver doente ou mesmo que pareça ser apenas uma simples indisposição pra você, adie sua visita. Espere estar totalmente recuperado e então, ligue remarcando.

3. Não pegue o bebê sem autorização da mãe.
 Já ouvi vários relatos de visitas pegarem o recém-nascido sem perguntar e o pior, sem nem fazer a higiene necessária alegando ser frescura. O ideal é esperar a mãe oferecer que você pegue o bebê, caso contrário não peça, evitando que a mãe permita somente por se sentir constrangida em dizer "não".

4. Lave SEMPRE as mãos antes de pegar o bebê.
 Não é excesso de zelo, é questão de higiene básica! As mãos passam por muito lugares cheios de bactéria, a maçaneta de uma porta é um exemplo. Então, sempre higienize suas mãos e se os pais lhe oferecerem o álcool em gel, use-o. 

5. Não use perfume forte quando for visitar um recém-nascido.
 Os bebês ainda estão em processo de adaptação com esse novo mundo, suas bactérias e cheiros variados. Você pegá-lo com cheiro forte pode acarretar uma alergia no pequeno. E se for fumante, tome um banho antes de ir e evite fumar até ir embora.

6. Não passe a mão no rostinho do bebê e nem pegue em sua mãozinha.
  O bebê ainda está com sua imunidade em desenvolvimento e tocar em seu rostinho pode levá-lo a ter alguma infecção. Quanto a pegar em suas mãos, a razão é a mesma e isso vale para todos os meses de vida do bebê, já que eles levam suas mãozinhas a boca constantemente.

7. Dê atenção ao irmão do recém-nascido.
 Caso não seja o primeiro filho do casal, não se esqueça que é um momento novo para o irmãozinho e nem sempre ele sabe lidar com isso. Se as visitas chegam e esquecem da sua presença, isso se torna ainda mais frustrante pra ele. Caso leve uma lembrancinha para o bebê e não tiver levado algo para a criança, procure entregar num  momento que ele não esteja presente. Temos que ter todo o cuidado desse irmão não se sentir excluído por causa do bebê. Isso pode causa sérios problemas pra família.

8. Não tire fotos do bebê sem permissão.
 Sempre pergunte aos pais se pode tirar foto e NUNCA publique em redes sociais sem autorização. Além de estarmos falando de um menor de idade, os pais sempre desejam ser os primeiros a apresentar seu filho a sociedade.

9. Evite barulho e caso tenha filho pequeno, só leve se você tiver certeza que vai conseguir mantê-lo comportado.

10. Não chegue em horário próximo das refeições, nem a noite e seja breve.
 Lembre-se que a família está se reorganizando e a mulher não está em seu pleno estado. Uma visita de até meia hora é o suficiente. Você terá outras oportunidades de visitá-los futuramente.

11. Evite dar pitacos e fazer comparações.
 Se a mãe não pediu sua opinião, não dê. É sempre frustrante para os pais que estão vivendo essa nova fase, serem bombardeados de pitacos. Caso precisem de orientação, com certeza pedirão ajuda para pessoas que eles se sintam seguros em perguntar. 

12. Está na hora de amamentar? Então chegou a hora de se despedir.
 O momento da amamentação é intimo e requer tempo, principalmente no início, onde a mãe ainda está se adaptando a esse processo. E nem toda mulher se sente bem com outras pessoas observando esse momento. Por isso, aproveite o momento para se despedir e deixar mãe e filho tranquilos para mamada.


 Por mais que você tenha um carinho enorme pela família e seja até parente, entenda a vontade do casal e saiba que eles não estão desprezando sua presença. É apenas direito e necessidade deles terem esse período reservado.


 Espero que tenham gostado das dicas e até a próxima!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Diario de Maternidade - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Acid Assessoria.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo