22 de jul. de 2016

Grávida pela quarta vez


 Estou voltando há meses atrás e relembrando algumas situações que vivi antes de descobri que estava grávida. Sério, chega ser engraçado falar, mas até com os criadores de um aplicativo que ajuda a mulher a acompanhar seu ciclo menstrual eu briguei (risos). 

 Nunca fui o tipo de mulher que tem o ciclo certinho e depois que ganhei a Elisa, minha terceira filha, não acompanhava como era meu ciclo, se estava certinho ou não. O importante era vir todo mês e isso ocorreu por mais de 4 anos. Quando foi final de 2015, resolvi baixar um aplicativo e comecei a acompanhar. Procurava incluir o maior número de informações semanalmente e fiquei surpresa do quanto estava regradinho.

 Quando foi no inicio de março, o aplicativo começou a travar muito e resolvi desinstalar. Como é um aplicativo que você tem login e senha, imaginei que no momento que eu reinstalasse, todas minhas informações estivessem lá e adivinhem... Não estavam! Fiquei chateada pra caramba e perdida, pois não lembrava em que semana de fevereiro meu ciclo havia começado, só lembrava que supostamente, estava dentro dos 15 dias da TPM pois sofro horrores e já percebia alguns sintomas se apresentando. Fui contando por alto e quando o final do mês chegou o desespero veio junto. Cadê minha menstruação? Cadê esses organizadores do aplicativo que não recuperam minhas informações? Quero meu conteúdo de volta! E se eu estiver com algum problema de saúde? Julio fez vasectomia há mais de cinco anos, não há possibilidade alguma de eu estar grávida! Meu Deus! Será que estou doente? Como perceberam, comecei a surtar e os e-mails para o tal aplicativo foram ficando meio loucos. Rsrsrs...

 Meu marido começou a ficar preocupado mas não acreditando na possibilidade de uma gravidez. Resolvemos ir a um urologista e horas antes, passamos num laboratório para eu fazer o exame de sangue (Beta HCG). Posso dizer que foram os 60 minutos mais longos que eu pudesse lembrar de ter vivido. Surreal foi o momento que abri o teste e vi o número altíssimo no resultado, comprovando que eu estava grávida. Júlio só balançava a cabeça, de moreno ficou pálido e eu... Eu apenas caí na gargalhada. Fiquei longos minutos rindo sem conseguir parar! Surtei de vez! Quanto mais olhava a cara pálida dele, mais eu ria incontrolavelmente. Depois, passei dias chorando. Carolina com hormônios aflorados...

 Como manter o padrão, a escola dos filhos, ter um bebê novamente em casa quando pensávamos em ter mais momentos como casal já que a caçula está mais independente, como daremos conta de mais uma criança, foram algumas coisas que passavam em nossa cabeça. Não é fácil, muito menos rápido você assimilar de um dia pro outro, que aqueles benditos canais deferentes recanalizaram naturalmente e sua família vai passar a ter 6 integrantes.

 Depois do susto, das preocupações, vem o amor! Risos, choros, mais hormônios e todos os sinais em meu corpo mostrando que um pedacinho meu e do meu marido está em formação. E quando olho para meus três filhos, quando olho cada tracinho nosso refletido neles, é impossível não amar esse bebezinho dentro de mim. O urologista explicando a probabilidade quase nula disso ocorrer, só confirmava o milagre dessa gestação e como a chegada dessa criança é um presente de Deus para nós.

 Vocês devem estar curiosos quanto a reação das crianças sobre a gravidez, né? Contamos no mesmo dia que soubemos e foi uma gritaria só! Enquanto estávamos ainda bambos, eles só sabiam gritar pela casa que teríam mais um irmãozinho, felizes da vida! Crianças são sempre surpreendentes!
Isaque (8 anos), Lídia (6), Elisa (4) e o nosso grãozinho
Foto: Instagram

 Essa foi a foto que divulguei para contar a novidade para os amigos e familiares que ainda não sabiam. As reações foram diversas, desde ficar congelado no lugar por longos minutos até dar risadas, achando a maior graça da situação! Pelo menos não sou a única maluca! Hehehe... Mas percebo que o importante é ter uma família estruturada em amor e amigos que valem ouro! 

 Somos gratos a Deus pela família que temos e por Ele ter planejado a vinda de mais uma pessoinha para que possamos amar e cuidar. É claro que uma quarta gravidez não é a mesma coisa que a primeira e a terceira. O corpo não é o mesmo, a minha idade não é a mesma. Mas não falarei sobre isso agora. Garanto que vou contar tudo pra vocês mas em outras postagens! Então se querem saber mais, não deixem de acompanhar e deixar seus comentários, ok?! Aguardo vocês!

 Até mais!


8 comentários:

  1. Ain Carol que lindo! És uma mulher abençoada!

    ResponderExcluir
  2. Deus abençoe essa família linda!!!! Admiro muito vc minha amiga!!!

    ResponderExcluir
  3. Deus tem maravilhas escritas para sua vida, muitas bençãos, alegria e amor. Te admiro muito....
    Parabéns pelas superações e conquistas vc é uma grande mulher...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha amiga! Ter amigas como você faz toda a diferença! Bjão!

      Excluir
  4. Parabéns Carol eu acho que vou passar pela mesma situação tenho filhos lindos mais estou achando que estou grávida de novo minha menstruação ta atrasada 5 dias eu estou doida aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu imagino! Fiquei doida. Mas saiba que tudo se ajeita. Respire e viva um dia de cada vez.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Diario de Maternidade - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Acid Assessoria.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo