17 de mai de 2018

Ensaio Livre | Dia das Mães


Oi, pessoal! Dias atrás, minha amiga/doula/fotógrafa, Fabíola Coutinho, fez fotos lindas de momentos meu com as crianças no parquinho. Digamos que foi um ensaio livre (risos), onde curti meus filhos enquanto ela registrava tudo.
Quem me acompanha no Instagram pôde conferir algumas fotografias que postei, por isso, se você ainda não me segue, vai lá @carol_koplin .



Tenho experimentado um novo olhar e vivência na maternidade. Aquela mãe de três não é mais a mesma hoje. Não pelo fato de ter quatro filhos agora. Mas pelo fato de ter me libertado de tantos pesos e cobranças injustas que colocam sobre nós. Isso gera consequências positivas na nossa rotina. As crianças sentem e tudo flui melhor.

Mas o que tem a ver esse assunto com o ensaio fotográfico
Eu tinha pensado em algumas fotos legais pra fazer com as crianças. Chegando lá, diante do parquinho, com os brinquedos que pareciam ter uma placa neon gritando "venham brincar", um mundo de areia chamando Linda para mergulhar, vocês acham que conseguimos fazer alguma coisa do que imaginei???  Claro que não! Kkkkk...


  

Eles queriam aproveitar o momento e estavam com a razão. Fomos brincar enquanto a Fabi fazia seus cliques. As coisas foram acontecendo espontaneamente, inclusive os momentos emburrados! Maternidade real, né? Birra, frustrações  deles e nossa — estão no pacote.

Elisa frustrada com o fim do passeio

E foi tão melhor largar as ideias e viver o momento! 




O resultado mexeu muito comigo. Ver nossa interação, o jeitinho deles, as risadas, até os olhares de lado (risos)... Ter esses detalhes eternizados em fotografias é como guardar num potinho e voltar lá pra matar a saudade. Por que vai passar gente... Eu choro só de pensar! Eles estão crescendo e eu preciso curtir e viver todos esses momentos.



Com eles aprendo todo dia. Aprendo que não sou perfeita e nem eles querem que eu seja. Aprendo que são pequenas ações que transformam um dia inteiro. Aprendo que filhos também enxugam as lágrimas dos pais. Aprendo que segurança está no quanto nos amamos e nos respeitamos.
Um dia de fotos no parquinho me ensinou tanto. Eles me ensinam tanto!






24 de abr de 2018

Mala da Mamãe | O que levar para a maternidade sem exageros


Vai chegando a reta final da gravidez e o momento de preparar o que vai ser levado para a maternidade. Depois de viver esse momento por 4 vezes, pesquisar infinitas listas e saber de fato o que foi necessário e o que só ocupou espaço na mala, resolvi trazer o que foi realmente usado e quantidades sem exageros que funcionou super bem pra mim. Afinal, sempre me pedem uma lista real do que levar ou não. 

É importante que você visite a maternidade pra saber o que eles disponibilizam e quantos dias, em média, a mãe e bebê costumam ficar internados. No meu primeiro parto  e nas duas cesáreas eu fiquei internada 2 dias, já no parto da Linda, nossa caçula, fiquei um pouco mais de 24 horas. Pensando nessa média, vou sugerir aqui uma lista para internação de 48 horas.

Vestuário

Para a mamãe:

  • 4 camisolas ou pijamas com abertura que facilite a amamentação;
  • 6 calcinhas cintura alta (lembre que você usará absorventes grandes por conta do sangramento pós parto, então a calcinha tem que segurar bem, uma calcinha pequena não conseguirá dar conta);
  • 3 sutiãs (sem bojo ou aqueles pra amamentação) ou top de alcinha que dê pra amamentar;
  • 2 pares de meias (você pode sentir frio por causa do ar condicionado)
  • Roupa que você quer usar durante o trabalho de parto (normalmente um sutiã ou top e uma calcinha ou shortinho curto - mas no final das contas, só a parte de cima permanecerá caso você não decida tirar tudo)
  • Roupa para sair da maternidade (opte por roupa confortável que não te aperte, tanto na barriga para o caso de uma cesariana, quanto para região íntima para o caso de parto normal);
  • Chinelo para não tomar banho descalça;
  • Calçado confortável para sair da maternidade;
  • Casaquinho (fino ou grosso - dependerá da região que você more e da estação do ano).

Para o papai:


  • Uma troca de roupa para dormir;
  • Uma troca de roupa para sair;
  • chinelo.


Itens de higiene pessoal


  • Sabonete em liquido para região íntima;
  • Shampoo;
  • Condicionador;
  • Desodorante;
  • Hidratante corporal (prefiro o hidratante que além de ajudar a manter a pela hidratada, nos deixa perfumada levemente já que o perfume não é ideal para quem tem bebê novinho, pois pode causar alergia);
  • Escova para os cabelos;
  • Prendedor de cabelo (principalmente aqueles elásticos que seguram bem para usar durante o trabalho de parto, caso sinta muito calor);
  • Creme dental;
  • Fio dental;
  • Escova de dente (uma para você e outra pro papai);
  • Absorvente pós parto (sugiro que compre daqueles grandes mesmo pois o fluxo de sangue é bem grande nos primeiros dias)
  • Absorvente para os seios (prefira aqueles de tecido, que são laváveis, para manter a região do seio respirando melhor, assim evita proliferação de fungos e ajuda na melhor cicatrização, no caso de acontecer fissuras nos seios);
  • Toalha (não são todas as maternidades que disponibilizam toalhas de banho. Maternidades do SUS dificilmente tem);
  • Necessaire de maquiagem.


    Objetos Pessoais

    • Pasta com seus documentos (cartão pré-natal, primeira e última ultrassonografia, identidade, plano de parto, cartão do plano de saúde e etc);
    • Carteira de cartão/dinheiro para eventuais gastos;
    • Almofada para amamentação;
    • Carregador de celular;
    • Celular (com aquela playlist especial ♥️).


    Outros Itens

    • Lembrancinhas para visitas (opcional);
    • Enfeite para porta do quarto (opcional e no caso de maternidade do SUS, não é possível usar já que as enfermarias não são individuais:
    • Bebê conforto;
    • Pequenos lanchinhos para que você possa comer durante o trabalho de parto e ate´mesmo seu marido possa beliscar depois (frutas secas, barrinhas de cereais, bisnaguinha de mel, bala, biscoitinho salgado);
    • Álcool em gel;
    • Sacola plástica para a roupa suja.

      Uma dica: Faça uma lista básica de objetos a serem colocados na mala na hora de sair e coloque pendurado em algum lugar de fácil visibilidade para não esquecer de nada.

      10 de jan de 2018

      Comprei e Gostei | Lojinhas do Instagram e Facebook


      Oi gente! Sou daquelas mães que gosta de coisa boa e com um preço justo. Não precisando sair de casa então, melhor ainda! Viva a era virtual, onde fazemos nossas compras sentadinhas no sofá! Hehehe...
      Pensando nisso, vim compartilhar minha experiência com algumas lojas virtuais, que funcionam no Instagram e Facebook. Bora lá!

      Vou começar falando sobre bolsa! Rsrs... Demorei a me decidir sobre qual bolsa compraria para levar as coisas da Linda e não me arrependi na escolha. As bolsas da  Ninas Friends Baby são lindas e de ótima qualidade!



       Depois que Lídia nasceu eu conheci a maravilha que é usar sling. Comprei um de argolas que usei com Lídia, Elisa e uso com a Linda. Quando conheci a querida Maria, da BM Confort, decidi me aventurar com a Meichila. Gente, é mais fácil de usar que o meitai e mais confortável que o sling de argolas. Se quiserem, posso falar sobre isso num post futuro. A BM Confort confecciona os slings personalizados e de boa qualidade.


       Uma das minhas lojinhas queridinhas de 2017 foi a Pipoolim. Até acham que somos parceiras mas não, eu compro lá porque gosto mesmo! Tem cada vestido lindooo!! Estampas variadas que nos deixa em dúvida de qual escolher. O preço também é acessível e enviam bem rapidinho.


       Marina Azul é uma lojinha virtual do nordeste. Enquanto estava morando em Salvador, pesquisei bastante sobre qual loja escolheria pra comprar o biquíni das meninas e não me arrependi. Os biquínis são lindos e podemos escolher modelinhos variados de cada estampa.


       Desde que Elisa era bebê eu compro os lacinhos e faixas da Martinha Bijus. Além de uma grande amiga, ela arrasa no que faz! Cada lacinho mais lindo que o outro e com acabamento perfeito!


      Pepou House foi uma descoberta de 2017. Ela me procurou para parceria e foi muito especial. Gostei muito do seu trabalho, tudo feito com carinho. Ela confecciona roupinhas, sapatinhos, babadores (Esses eu virei fã! Comprei vários pra Linda! <3), lacinhos e etc. E algo que cona muito pro nosso bolso é o preço bacana!


       Todas as lojinhas que citei aqui são de artesãs brasileiras, talentosas e atenciosas com seus clientes. Acho importante prestigiarmos nossos empreendedores que estão lutando por espaço entre tantas empresas grandes. Uma das vantagens é que temos um atendimento de "perto", falando diretamente com quem faz. Assim, temos um atendimento personalizado, de acordo com nossa necessidade. 

       Se gostaram deste post, conta aqui nos comentários para eu poder escrever mais sobre isto, trazendo novas indicações pra vocês! 

       Beijos!

      Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
      © Diario de Maternidade - 2016. Todos os direitos reservados.
      Criado por: Relatorium de Mulher.
      Tecnologia do Blogger.
      imagem-logo